Este trabalho é o resultado do acompanhamento da demolição de alguns imóveis na região da Cracolândia, em São Paulo, como parte da polêmica operação do Estado para inibir a concentração de usuários de droga na região.
Os imóveis retratados neste ensaio eram ocupados pelos usuários há mais de dois anos nas mais precárias condições. Com a ação da polícia, os usuários foram retirados do local e os edifícios foram demolidos em poucos dias. 
As condições em que essas pessoas viviam despertaram minha curiosidade sobre este local. Se o lugar onde vivemos muito diz sobre nós mesmos, acreditei que poderia compreender melhor essas pessoas através daqueles vestígios. Esses edifícios em estado precário podem ser considerados uma representação da própria condição das pessoas que viviam ali.
Muito se fala da Cracolânia, mas pouca gente sabe como funciona a mente de um dependente dessa droga devastadora. 

(ensaio publicado na revista Piauí #65)